Skip to main content

Vietname (28 a 30 de Outubro)

Apesar de ter sido uma espécie de visita relâmpago sem grande tempo para conhecer como deve ser, o Vietname deixou-nos o bichinho da curiosidade instalado e ficámos com grande vontade de voltar para conhecer a fundo o Vietname.

O propósito da nossa visita ao Vietname, já na cauda das férias, foi um casamento tradicional vietnamita. Na primeira manhã em Ho Chi Minh, as meninas dos vários grupos portugueses que se juntaram nesta cidade para o casamento, dirigiram-se à costureira para tirar medidas e escolher os tecidos para os vestidos típicos a usar na cerimónia no dia seguinte. A variedade de tecidos tornou a escolha difícil mas ainda assim cada uma saiu de lá contente com a escolha.

Read More

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedinmail

Borobudur e Prambanan em Jogjakarta (26 de Outubro)

A alvorada foi, como habitual, por volta das 7 horas, nem deu para apreciar o hotel que parecia ser tão confortável e mimoso.

Neste dia tivemos direito a guia. Cada vez que temos um guia novo, especialmente em ilhas diferentes, demoro uma hora a habituar-me ao inglês macarrónico e ao sotaque esquisito. Escusado será dizer que passo uma hora a perguntar “que é que ele disse? não entendi nada!”.

Read More

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedinmail

O nascer do sol no Monte Bromo (25 de Outubro)

Acordar antes do nascer do sol é coisa que não acontece assim muito frequentemente. Como a expectativa para ver o nascer do sol era alta saltámos todos da cama como molas, como se tivéssemos dormido 12 horas seguidas, quando na verdade nem chegaram a 5 horas.

Saímos do hotel (acho que não atinge a categoria de hotel mas chamemos-lhe assim) num jipe acompanhados do guia e do motorista. Às 4 da manhã fazia um frio colossal (a julgar pelas temperaturas dos últimos meses). Calças pela primeira vez desde que chegámos, sapatilhas, camisola polar, casaco quente, tudo o que não usávamos há uns meses valentes tivemos de vestir só para esta subida ao Bromo. O guia falou em 5 graus, o que era bem capaz de ser a temperatura que se fazia sentir.

Read More

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedinmail

Viagem para Surabaya (24 de Outubro)

Quando nos habituamos a determinado nível de vida e luxos é complicado mudar de hábitos.

Durante a manhã ainda tivémos a oportunidade de desfrutar do resort espectacular que tínhamos à disposição, o Novo Hotel de Lombok. O dia começou cedo, como costume, e ainda tomámos um farto e saboroso pequeno almoço na companhia do outro grupo tuga. Como só tínhamos mesmo a parte da manhã para estar no resort, primeiro fomos à praia, a uns escassos 20 metros do hotel, em jeito de praia privada, a água era um pouco mais fria do que já nos tínhamos habituado mas ainda assim muito boa, uma praia quase deserta só para nós com uma árvore linda e viçosa no meio do mar e umas sombrinhas muito agradáveis.

Read More

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedinmail

Lombok (23 de Outubro)

A melhor forma de comemorar os meus recentes 26 anos foi acordar às 6h30 para podermos apanhar o barco que nos levaria a Lombok a tempo e horas.

Às 7h estávamos todos prontos para o pequeno almoço no nosso modesto hotel, o problema é que, apesar de o horário de pequeno almoço ser das 7h às 10h, a cozinha só abria às 7h30, o que associado à lentidão nos faria certamente perder o barco. Indonésios…

Assim, de estômago vazio, lá contratámos duas carroças (apelidados carinhosamente de pangarés) para levar as malas ao porto de embarque, que de porto só tem mesmo o nome. Como o barco afinal só sairia às 8h15 ainda conseguimos enganar o estômago num tasco junto ao porto.

Entrámos no barco, com o pé na água e a água pelo joelho, um barco que mais parecia o autocarro do povo, e a viagem fez-se tranquilamente durante cerca de meia hora, sempre na conversa com risos e boa disposição entre os 12 tugas. Tive direito aos Parabéns cantados pelos portugueses em pleno barco.

Read More

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedinmail

Snorkling em Gili Trawangan (22 de Outubro)

Snorkling é um desporto que passou a constar no meu top 10 de desportos.

A manhã em Gili Trawangan começou logo com uma grande sessão de snorkling que se viria a estender pela tarde fora. Juntámo-nos ao outro grupo amigo e fomos com eles descobrir o snorkling. Alugámos um barco (juntamente com uns coreanos, franceses e alemães) e lá nos fizémos ao mar com os coletes, as barbatanas e as máscaras apropriadas.

Read More

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedinmail

Consulta do viajante

Quando comecei a organizar a viagem para a Ásia pensei logo em ir a uma consulta do viajante, mais que não fosse para tentar perceber que tipo de doenças é que se apanham por lá.
Cerca de um mês antes da viagem fui à Consulta do Viajante nos HUC. O médico explicou que as zonas para onde ia não tinham grande risco em termos de doença ainda assim receitou-me o conjunto de medicamentos seguinte:

  • Malarone (para a malária, a começar a tomar 4 dias antes de chegar ao Vietname);
  • Antibiótico que serve para várias coisas caso esteja com um vírus valente;
  • Repelente de insectos a aplicar de 4 em 4 horas;
  • Paracetamol para dores genéricas;
  • Imodium genérico, porque a coisa mais provável de nos acontecer na Ásia é mesmo apanhar uma valente diarreia;
  • Vacina Hepatite A.

O médico deu-me ainda alguns conselhos importantíssimos numa viagem deste calibre:

  • Nunca beber água que não seja engarrafada
  • Colocar o repelente por cima dos outros cremes (protectores e afins)
  • O repelente, à noite, deve ser colocado na mesa de cabeceira aberto para afastar mosquitos indesejados

Trouxe da consulta um pequeno guia de viajante com conselhos úteis nas mais variadas situações, levo-o na mochila junto comigo, não vá dar-se o caso de precisar de um ou outro conselho!

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedinmail

Singapura, Indonesia e Vietname

A primeira viagem a que este blog vai assistir é a maior e a mais esperada. Há cerca de 8 anos o meu irmão mudou-se de malas e bagagens para a Ásia, primeiro Japão, depois Singapura. Passou 8 anos a dizer que eu devia lá ir e que ia adorar, nunca duvidei disso, simplesmente não se proporcionou mais cedo, é uma viagem que comporta um custo mais elevado e precisa de algum disponibilidade. Ora este ano, e, não só mas também, em consequência do casamento do meu irmão no Vietname a minha viagem à Ásia tornou-se inadiável.

Assim sendo, a viagem começa dia 14 de Outubro e terminará dia 1 de Novembro passando pelos seguintes lugares:

  • Singapura
  • Bali, Indonésia
  • Lombok, Indonésia
  • Surabaya, Indonésia
  • Jogjakarta, Indonésia
  • Jakarta, Indonésia
  • Ho Chi Minh City, Vietname
  • Phan Thiet, Vietname
E aqui está o plano da viagem que já começa sexta feira. Falta, claro, o voo de Lisboa para Singapura via Frankfurt porque esses quilómetros são apenas danos colaterais, o que interessa da viagem está no mapa.


View Asia Trip 2011 in a larger map

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedinmail