Skip to main content

De Mustang, à boa moda americana (28 de Junho)

Não podíamos estar em Miami e não ir aos Everglades, os famosos pântanos onde já foram gravados alguns episódios de CSI Miami e tão famosos pela sua fauna e flora, com especial destaque para os crocodilos.

Uma vez que os Everglades ainda ficavam a uns quilómetros de distância de Miami Beach, achámos que seria uma experiência engraçada alugar um carro, e na hora de escolher o carro não houve margem para dúvidas, teria de ser um Mustang descapotável e GPS. O carro esperava-nos logo pela manhã, apanhámos os nossos companheiros de viagem pelo caminho, pois estavam noutro hotel, e a aventura do dia começou. Baixámos logo a capota para ir com os cabelos ao vento o que se revelou um pouco desconfortável quando se atinge uma velocidade já considerável. As mudanças do carro eram automáticas o que, para quem não está habituado, soa um pouco estranho, além disso só há lugar para quatro pessoas.

Ligámos então o GPS ainda estávamos na Collins com a 17ª rua, onde apanhámos os outros nossos companheiros de viagem e seguimos então com destino aos Everglades.

A viagem foi alucinante, a ideia de levar a capota aberta em estradas onde se pode andar a uma velocidade superior foi um desastre, a certa altura achei mesmo que o cabelo ia voar e ia chegar ao destino a precisar de uma peruca.

Aqui vão eles:

Chegámos com sucesso ao Gator Park, onde íamos visitar os Everglades numa espécie de barco, o airboat. À entrada da loja de “recuerdos” estão dois bonecos vestidos com roupas normais mas com cabeças de crocodilo e chapéus de palha, mesmo a pedir fotografia. Fomos dos primeiros a chegar por isso destinaram-nos logo para o primeiro barco da manhã. Ainda não tínhamos dado início à visita e já a bicharada nos estava a roer, tivemos de colocar todos repelente de insectos em doses industriais e mesmo assim havia uns resistentes que não se importaram muito com o repelente. Entrámos no nosso airboat, juntamente com outras pessoas que estavam ali para o mesmo, e, sendo o primeiro a sair nesta manhã, a guia disse logo que não sabia onde estavam escondidos os crocodilos mas para não nos restringirmos só à procura destes bichos porque a fauna e a flora nos Everglades é imensa, e de facto é.

No início da visita conseguimos ver um ou dois crocodilos e alguns pássaros coloridos. A certa altura a guia manda tirar óculos de sol e chapéus e guardar tudo pois podem cair à água e nunca mais os voltamos a ver. Assim que acabamos de guardar tudo, a guia parece que meteu o pé no acelerador porque era ver-nos a deslizar pântanos fora, a toda a velocidade, tal e qual como se por momentos nos tivessem metido  num filme de acção daqueles” hollywoodescos”. Tínhamos de nos segurar bem para não voar barco fora. No meio da viagem avistámos pássaros muito coloridos que vinham pousar no nosso barco e a guia dava-lhes pão, eles pegavam no pão e voavam para o ninho, provavelmente para levar aos passarinhos mais pequenos. No final, já em modo calmo, conseguimos avistar um crocodilo dos grandes mesmo perto do nosso airboat.

Vídeo no início do passeio nos pântanos:

Depois da viagem pelos pântanos tivemos uma pequena palestra sobre como imobilizar um crocodilo, foi importante saber que os crocodilos não vêem em frente nem para trás, apenas de lado, o que dá margem de manobra se algum dia tivermos de nos safar de um. Pela módica quantia de 3 dólares tive ainda oportunidade de pegar num crocodilo ao colo para tirar uma fotografia, claro que a boca dele estava atada com fita adesiva, senão não sei se tinha coragem para o pegar. Ficámos ainda a saber que um crocodilo nunca será um animal de estimação pois os seus instintos assassinos nunca poderão ser alterados.

Uma vez que estávamos de carro e ainda nem eram horas de almoço achámos que era boa ideia ir a Fort Lauderdale, uma cidade que fica acima de Miami, onde acabámos por almoçar. Tivemos oportunidade de visitar as praias desta cidade que são exactamente como as praias de Miami aparecem nos filmes. Visitámos a cidade em movimento dentro do carro, calmamente e sem capota. Efectivamente, estas devem ser as praias mais bonitas do Estado.

Um vídeo que fiz em Fort Lauderdale na passagem pelas praias:

No regresso passámos na cidade de Miami para ver se encontrávamos a esquadra onde era filmado (do lado de fora apenas) o CSI Miami. Não podíamos parar naquele lugar por isso a foto foi a que se arranjou.

Antes de entregar o carro ainda fomos passar pela Ocean Drive como todos os outros fazem para  ir beber um refresco de fim de tarde. Claro que estacionar na Ocean Drive é mentira, há parques onde os valettes estacionam os carros por um preço que não chegámos a querer saber qual era. Estacionámos na Collins Avenue, sempre a pagar, claro, em frente à loja da Guess e daí fomos a pé beber um copo a um bar na Ocean Drive.

À noite combinámos jantar com os nossos companheiros de viagem de Mustang e acabámos na Pizza Rustica em Lincoln Road a comer pizzas que me souberam pela vidinha! Como a Lincoln Road é fechada ao trânsito (a partir de certa altura) sabe bem estar por ali a jantar e a conversar ou só a passear à noite para apreciar as animações de rua que existem.

 

Facebooktwitterpinterestlinkedinmail

3 thoughts to “De Mustang, à boa moda americana (28 de Junho)”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *